Pesquisar no Arquivo do Jornal do Autódromo

sábado, 30 de abril de 2011

http://jornaldoautodromo-publicacoes.blogspot.com/2011/04/power-mantem-dominio-da-penske-e-faz.html

Power mantém domínio da Penske e faz melhor tempo dos treinos livres


Vencedor da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé em 2010 é o mais rápido, até o momento, deste sábado (30/04)


O segundo treino livre para a Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé foi marcado pelo arrojo dos pilotos. Todos buscando o melhor acerto para a sessão classificatória que acontece logo mais às 15 horas, o mais rápido foi Will Power, da Penske, com 1min24s1509 - baixando em quase um segundo o melhor tempo da primeira sessão, conquistado por seu companheiro de equipe Ryan Briscoe - apenas o 11º no início desta tarde.

Simona de Silvestro, que sequer havia fechado uma volta na primeira sessão por causa de problemas com seu carro - ela chegou a parar na pista -, foi a grande surpresa com o carro da HVM e fez a segunda melhor marca, a apenas 0s08 de Power. Scott Dixon, Ryan Hunter-Reay, Dario Franchitti e Hélio Castroneves fecharam os seis primeiros. O piloto da Penske foi o melhor entre os brasileiros. Tony Kanaan fechou em 10º, enquanto Vitor Meira foi o 19º, uma posição à frente de Raphael Matos, enquanto Bia Figueiredo, que guia com uma proteção na mão direita ainda em recuperação de uma cirurgia, ficou na 25ª colocação.

Arrojo e também alguns excessos com escapadas e até batidas, casos de Takuma Sato e Ernesto Viso, ambos da KV. O japonês, buscando o limite, passou reto no 'S do Samba' na parte inicial da sessão a exemplo de Will Power, e o venezuelano bateu forte no final da Reta dos Bandeirantes, na Marginal Tietê, na freada para a Curva da Vitória.

Até o momento da interrupção do treino para a remoção do carro de Viso, Helio Castroneves detinha a melhor marca, com 1min25s053, e Sato surpreendia com a segunda colocação. Will Power, Ryan Briscoe e Tony Kanaan fechavam o top-5.

Na segunda parte do treino, logo após a bandeira verde, Simona de Silvestro e Vitor Meira se 'estranharam' na freada para o 'S do Samba', e o brasiliense reclamou da atitude da piloto suíça, gesticulando com a mão direita em reprovação. Outros buscavam o melhor ponto de freada e abusavam também das zebras, exemplos de Kanaan, Dixon, Castroneves, Sebastian Saavedra, Bia Figueiredo e Ryan Hunter-Reay, que deu duas escapadas.

O resultado da segunda sessão define e divide os dois grupos para a disputa do treino classificatório de logo mais às 15 horas. Os pilotos que terminaram em posições ímpares são os primeiros a irem à pista - a única exceção é o mais rápido, que pode escolher o momento de ir à pista -, e logo depois os que ficaram em colocações pares. Depois de 15 minutos para cada grupo, os seis melhores de cada se enfrentam em mais dez minutos de pista, e os seis primeiros do Q2 brigam pela pole na parte final.

Resultado do segundo treino livre:
1. Will Power (Team Penske) - 1min24s150
2. Simona de Silvestro (HVM Racing) - a 0s080
3. Scott Dixon (Chip Ganassi Racing) - a 0s151
4. Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport) - a 0s153
5. Dario FRanchitti (Chip Ganassi Racing) - a 0s243
6. Helio Castroneves (Team Penske) - a 0s287
7. JR Hildebrand (Panther Racing) - a 0s298
8. Sebastien Bourdais (Dale Coyne Racing) - a 0s305
9. Alex Tagliani (Sam Schmidt Motorsport) - a 0s358
10. Tony Kanaan (KV Racing Technology-Lotus) - a 0s361
11. Ryan Briscoe (Team Penske) - a 0s390
12. Danica Patrick (Andretti Autosport) - a 0s436
13. Mike Conway (Andretti Autosport) - a 0s438
14. Graham Rahal (Chip Ganassi Racing) - a 0s509
15. Oriol Servia (Newman/Haas Racing) - a 0s510
16. Marco Andretti (Andretti Autosport) - a 0s515
17. Justin Wilson (Dreyer & Reinbold Racing) - a 0s641
18. Takuma Sato (KV Racing Technology-Lotus) - a 0s693
19. Vitor Meira (A.J. Foyt Enterprises) - a 0s774
20. Raphael Matos (AFS Racing) - a 0s824
21. Charlie Kimball (Chip Ganassi Racing) - a 1s051
22. Sebastian Saavedra (Conquest Racing) - a 1s231
23. James Jakes (Dale Coyne Racing) - a 1s243
24. James Hinchcliffe (Newman/Haas Racing) - a 1s456
25. Ana Beatriz (Ipiranga Dreyer & Reinbold Racing) - a 1s692
26. EJ Viso (KV Racing Technology-Lotus) - a 2s098

Confira o cronograma de atividades de pista na Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé:

SÁBADO (30 de abril)
07h15 às 08h15 - Treino livre GT Brasil
08h30 às 09h45 - Treino livre São Paulo Indy 300
10h05 às 10h35 - Treino livre GT Brasil
12h00 às 13h00 - Treino livre São Paulo Indy 300
13h15 às 13h45 - Classificação corrida 1 GT Brasil
15h00 às 16h15 - Classificação São Paulo Indy 300
16h30 às 17h40 - Corrida 1 GT Brasil

DOMINGO (1º de maio)
07h45 às 08h15 - Classificação corrida 2 GT Brasil
08h30 às 09h00 - Warm up São Paulo Indy 300
10h45 às 11h55 - Corrida 2 GT Brasil
13h00 às 15h35 - Corrida São Paulo Indy 300

PARA BAIXAR FOTOS:
As fotos do fim de semana da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé poderão ser acessadas por meio do site oficial da categoria e da página na internet da Fotoarena.

O cadastro no site da Fórmula Indy deve ser feito no link www.indycar.com/media, e o acesso é imediato. Na aba "Photos and Graphics", o usuário terá acesso a diversas fotos em alta resolução.

O endereço para download das fotos da Fotoarena é www.fotoarena.com.br/spindy300. O cadastro é simples, e a liberação é automática.

INGRESSOS - ITAIPAVA SÃO PAULO INDY 300 NESTLÉ - Os ingressos podem ser adquiridos no site oficial da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé (www.saopauloindy300.com.br) ou pelo endereço eletrônico da Livepass (www.livepass.com.br), além da central telefônica acessada pelo número (11) 4003-1527 (custo de ligação local, mais impostos), de segunda-feira a sábado, das 9h às 21h. Oito bilheterias oficiais da prova estão disponíveis na capital paulista, localizadas no Portão 19 do Pavilhão Anhembi, na Honda André Ribeiro do Shopping Aricanduva, e nos shoppings Market Place (Piso Superior), Iguatemi e Frei Caneca (Piso Térreo), na Bilheteria 1 do Estádio do Morumbi, Central de Turismo Express (Av. São João, 677) e no Posto Gravatinha (em Santo André). O pagamento pode ser feito em dinheiro, cartões de crédito Visa, Mastercard e Diners, e cartões de débito Visaelectron, Maestro e Redeshop. No Rio de Janeiro o ponto de venda é o Posto Piraquê (Av. Borges de Medeiros, Lagoa), e em Brasília (DF), a Central de Ingressos funciona no Brasília Shopping (Setor Comercial Norte, Quadra 5). Nestes dois pontos, o pagamento deve ser feito apenas em dinheiro.

Estudantes de ensino fundamental, médio ou superior, e idosos acima de 65 anos têm direito a meia-entrada, ou seja, poderão assistir ao show da categoria de monopostos mais rápida do mundo por apenas R$ 90. As instalações também oferecem acessos para portadores de necessidades especiais.

A Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé terá transmissão ao vivo pelos canais Band e Bandsports, além das rádios Bandeirantes e BandNews FM.



Siga a Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé no Twitter: www.twitter.com/indyemsaopaulo

Acesse o site da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé: www.saopauloindy300.com.br

Mais informações para a imprensa:
XYZ Live
Rodolpho Siqueira/Cleber Bernuci/Leonardo Murgel/Fabio Ometto/Marcus Lellis/Mariana Viegas/Ricardo Montesano/Lipe Paíga
11. 7283-3715
11. 3848-8670/71/72/60
press@xyzlive.com.br


Av. das Olimpíadas, 200 / 10o Andar
Vila Olímpia – São Paulo – SP
Tel. + 55 11 3848.8668
www.xyzlive.com.br

Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé recebe visitas ilustres

Rubens Barrichello reencontra velhos amigos e Mano Menezes, técnico da Seleção Brasileira, dá volta no Circuito Anhembi em carro de dois lugares

O paddock da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé recebeu dois nobres visitantes neste sábado (30/04). Rubens Barrichello, piloto da equipe Williams, e o técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes, estiveram nos bastidores da etapa brasileira da IZOD IndyCar Series.

O brasileiro da equipe inglesa aproveitou o evento para reencontrar amigos e acompanhar de perto as máquinas da categoria, já Mano teve a oportunidade de andar na carona do carro de dois lugares da pelos 4.080 metros do Circuito Anhembi.

Barrichello esteve acompanhado dos dois filhos, Eduardo e Fernando, que é afilhado do Tony Kanaan, e disse que gostou muito do que viu no evento. "Eu respiro automobilismo, adoro ver uma corrida em qualquer lugar. É a primeira vez que estou aqui (na Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé), porque ano passado tive corrida no mesmo dia, na Austrália, então, não consegui ver quase nada. Estou gostando muito do que estou vendo. Meu filho mais novo, Fernando, é afilhado do Tony, e me pediu muito para vir. Ele é o que está mais empolgado", contou.

O piloto também aproveitou para revelar a vontade de os pilotos da Fórmula Indy passarem a mais de 300km/h pela Marginal Tietê. "Deve ser muito especial para os pilotos brasileiros correrem na Marginal Tietê, que é um lugar onde todos nós estamos acostumados a passar. Aliás, o trânsito que está na Marginal, não é por causa das interdições, mas sim porque todos também querem ver um pouquinho do que está acontecendo. É melhor não ter nenhum carro dando bobeira por aí, senão eu coloco o capacete e vou para a pista", brincou Barrichello.

Diferente do piloto, o técnico da Seleção Brasileira teve a oportunidade de percorrer os 1.500 metros da Reta dos Bandeirantes, na Marginal Tietê, a quase 300km/h em um carro de dois lugares pilotado pelo experiente norte-americano Al Unser Jr. Mano, que foi recebido pela piloto Bia Figueiredo, da Ipiranga Dreyer & Reinbold Racing, disse que gostou muito da experiência, mas que só daria uma volta por vez.

"A velocidade do carro é impressionante. Na Marginal parecia que ia decolar. É uma experiência fantástica, mas uma volta por vez está de bom tamanho. Não daria 75 voltas seguidas que nem eles. O carro passa muito perto do muro. Esses caras são malucos. Eu costumo andar sempre nos limites de velocidade. A velocidade máxima que eu já tinha andado tinha sido a 140 km/h", revelou Mano Menezes.

Confira a programação da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé:
SÁBADO (30 de abril)
13h15 às 13h45 - Classificação corrida 1 GT Brasil
15h00 às 16h15 - Classificação São Paulo Indy 300
16h30 às 17h40 - Corrida 1 GT Brasil

DOMINGO (1º de maio)
07h45 às 08h15 - Classificação corrida 2 GT Brasil
08h30 às 09h00 - Warm up São Paulo Indy 300
10h45 às 11h55 - Corrida 2 GT Brasil
13h00 às 15h35 - Corrida São Paulo Indy 300

Baixe as fotos oficiais da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé

As fotos do fim de semana da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé poderão ser acessadas por meio do site oficial da categoria e da página na internet da Fotoarena.

O cadastro no site da Fórmula Indy deve ser feito no link http://www.indycar.com/media, e o acesso é imediato. Na aba "Photos and Graphics", o usuário terá acesso a diversas fotos em alta resolução.

O endereço para download das fotos da Fotoarena é http://www.fotoarena.com.br/spindy300. O cadastro é simples, e a liberação é automática.

INGRESSOS - Os ingressos podem ser adquiridos no site oficial da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé (www.saopauloindy300.com.br) ou pelo endereço eletrônico da Livepass (www.livepass.com.br), além da central telefônica acessada pelo número (11) 4003-1527 (custo de ligação local, mais impostos), de segunda-feira a sábado, das 9h às 21h. Oito bilheterias oficiais da prova estão disponíveis na capital paulista, localizadas no Portão 19 do Pavilhão Anhembi, na Honda André Ribeiro do Shopping Aricanduva, e nos shoppings Market Place (Piso Superior), Iguatemi e Frei Caneca (Piso Térreo), na Bilheteria 1 do Estádio do Morumbi, Central de Turismo Express (Av. São João, 677) e no Posto Gravatinha (em Santo André). O pagamento pode ser feito em dinheiro, cartões de crédito Visa, Mastercard e Diners, e cartões de débito Visaelectron, Maestro e Redeshop. No Rio de Janeiro o ponto de venda é o Posto Piraquê (Av. Borges de Medeiros, Lagoa), e em Brasília (DF), a Central de Ingressos funciona no Brasília Shopping (Setor Comercial Norte, Quadra 5). Nestes dois pontos, o pagamento deve ser feito apenas em dinheiro.

Estudantes de ensino fundamental, médio ou superior, e idosos acima de 65 anos têm direito a meia-entrada, ou seja, poderão assistir ao show da categoria de monopostos mais rápida do mundo por apenas R$ 90. As instalações também oferecem acessos para portadores de necessidades especiais.

A Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé terá transmissão ao vivo pelos canais Band e Bandsports, além das rádios Bandeirantes e BandNews FM.



Siga a Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé no Twitter: www.twitter.com/indyemsaopaulo

Acesse o site da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé: www.saopauloindy300.com.br

Mais informações para a imprensa:
XYZ Live
Rodolpho Siqueira/Cleber Bernuci/Leonardo Murgel/Fabio Ometto/Marcus Lellis/Mariana Viegas/Ricardo Montesano/Lipe Paíga
11. 7283-3715
11. 3848-8670/71/72/60
press@xyzlive.com.br

Av. das Olimpíadas, 200 / 10o Andar
Vila Olímpia – São Paulo – SP
Tel. + 55 11 3848.8668
www.xyzlive.com.br

Pilotos aniquilam tempo da pole do ano passado. Briscoe é o mais rápido

Melhorias no traçado ajudaram pilotos a superar o melhor tempo registrado na edição de 2010

Os Dallara-Honda-Firestone entraram na pista pela primeira vez na manhã deste sábado (30) no traçado de 4.080 metros do Circuito Anhembi, palco da segunda edição da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, quarta etapa da temporada 2011 da Fórmula Indy, para o primeiro treino livre. As melhorias executadas na pista surtiram efeito: o tempo da pole position de 2010, de Dario Franchitti (1min27s354) foi aniquilado por 24 dos 26 pilotos que entraram na pista esta manhã.

O traçado do Anhembi foi inteiramente recapeado, as zebras das curvas 7, 8 e 9 foram retiradas a pedido dos pilotos e a fresagem no concreto da Reta do Sambódromo foi realizada horizontalmente para dar maior aderência aos carros.

O mais rápido foi o Ryan Briscoe, da Penske. O australiano marcou 1min25s107, mais de 2s2 mais rápido que a pole do ano passado. "A pista está muito melhor que no ano passado, mais suave e mais rápida", constatou. "Ainda vai melhorar mais, porque a superfície é nova e vai ficando mais emborrachada", disse. "A Reta do Sambódromo também está muito melhor, temos aderência total, e esta é uma das razões de termos sido mais rápidos que no ano passado", apontou. O australiano ainda apontou o equilíbrio da categoria. "A competição está dura. O Will (Power), fez as três poles do ano até agora, então ele é muito rápido. Mas o Ryan (Hunter-Reay), os pilotos da Ganassi e o Justin Wilson também estão muito fortes", analisou.

Em segundo ficou seu companheiro de equipe e compatriota Will Power, a apenas 0s03 do melhor tempo. O equilíbrio foi a tônica da primeira prática: 18 pilotos andando dentro do mesmo segundo. Ryan Hunter-Reay foi o terceiro colocado, seguido de Helio Castroneves, Justin Wilson, Dario Franchitti, Scott Dixon, Tony Kanaan, EJ Viso e Graham Rahal fechando os dez primeiros.

Entre os outros brasileiros, Raphael Matos foi o 11º, Vitor Meira foi o 23º e Bia Figueiredo foi a 25ª da sessão.

Resultado do primeiro treino livre:
1-) Ryan Briscoe (Penske) - 1min25s107
2-) Will Power (Penske) - a 0s034
3-) Ryan Hunter-Reay (Andretti) - a 0s097
4-) Helio Castro Neves (Penske) - a 0s124
5-) Justin Wilson (Dreyer & Reinbold) - a 0s243
6-) Dario Franchitti (Ganassi) - a 0s280
7-) Scott Dixon (Ganassi) - a 0s398
8-) Tony Kanaan (KV Lotus) - a 0s502
9-) EJ Viso (KV Lotus) - a 0s600
10-) Graham Rahal (Ganassi) - a 0s617
11-) Raphael Matos (AFS) - a 0s641
12-) Mike Conway (Andretti) - a 0s664
13-) Takuma Sato (KV Lotus) - a 0s704
14-) Alex Tagliani (Sam Schmidt) - a 0s765
15-) Charlie Kimball (Ganassi) - a 0s787
16-) Oriol Servia (Newman/Haas) - a 0s821
17-) JR Hildebrand (Panther) - a 0s915
18-) James Hinchcliffe (Newman/Haas) - a 1s001
19-) Marco Andretti (Andretti) - a 1s002
20-) Sebastien Bourdais (Dale Coyne) - a 1s137
21-) Danica Patrick (Andretti) - a 1s143
22-) Sebastian Saavedra (Conquest) - a 1s155
23-) Vitor Meira (AJ Foyt) - a 1s427
24-) James Jakes (Dale Coyne) - a 2s243
25-) Ana Beatriz (Ipiranga Dreyer & Reinbold) - a 2s740
26-) Simona de Silvestro (HVM) - sem tempo

Confira o cronograma de atividades de pista na Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé:

SÁBADO (30 de abril)
07h15 às 08h15 - Treino livre GT Brasil
08h30 às 09h45 - Treino livre São Paulo Indy 300
10h05 às 10h35 - Treino livre GT Brasil
12h00 às 13h00 - Treino livre São Paulo Indy 300
13h15 às 13h45 - Classificação corrida 1 GT Brasil
15h00 às 16h15 - Classificação São Paulo Indy 300
16h30 às 17h40 - Corrida 1 GT Brasil

DOMINGO (1º de maio)
07h45 às 08h15 - Classificação corrida 2 GT Brasil
08h30 às 09h00 - Warm up São Paulo Indy 300
10h45 às 11h55 - Corrida 2 GT Brasil
13h00 às 15h35 - Corrida São Paulo Indy 300

PARA BAIXAR FOTOS:
As fotos do fim de semana da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé poderão ser acessadas por meio do site oficial da categoria e da página na internet da Fotoarena.

O cadastro no site da Fórmula Indy deve ser feito no link www.indycar.com/media, e o acesso é imediato. Na aba "Photos and Graphics", o usuário terá acesso a diversas fotos em alta resolução.

O endereço para download das fotos da Fotoarena é www.fotoarena.com.br/spindy300. O cadastro é simples, e a liberação é automática.

INGRESSOS - ITAIPAVA SÃO PAULO INDY 300 NESTLÉ - Os ingressos podem ser adquiridos no site oficial da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé (www.saopauloindy300.com.br) ou pelo endereço eletrônico da Livepass (www.livepass.com.br), além da central telefônica acessada pelo número (11) 4003-1527 (custo de ligação local, mais impostos), de segunda-feira a sábado, das 9h às 21h. Oito bilheterias oficiais da prova estão disponíveis na capital paulista, localizadas no Portão 19 do Pavilhão Anhembi, na Honda André Ribeiro do Shopping Aricanduva, e nos shoppings Market Place (Piso Superior), Iguatemi e Frei Caneca (Piso Térreo), na Bilheteria 1 do Estádio do Morumbi, Central de Turismo Express (Av. São João, 677) e no Posto Gravatinha (em Santo André). O pagamento pode ser feito em dinheiro, cartões de crédito Visa, Mastercard e Diners, e cartões de débito Visaelectron, Maestro e Redeshop. No Rio de Janeiro o ponto de venda é o Posto Piraquê (Av. Borges de Medeiros, Lagoa), e em Brasília (DF), a Central de Ingressos funciona no Brasília Shopping (Setor Comercial Norte, Quadra 5). Nestes dois pontos, o pagamento deve ser feito apenas em dinheiro.

Estudantes de ensino fundamental, médio ou superior, e idosos acima de 65 anos têm direito a meia-entrada, ou seja, poderão assistir ao show da categoria de monopostos mais rápida do mundo por apenas R$ 90. As instalações também oferecem acessos para portadores de necessidades especiais.

A Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé terá transmissão ao vivo pelos canais Band e Bandsports, além das rádios Bandeirantes e BandNews FM.




Siga a Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé no Twitter: www.twitter.com/indyemsaopaulo

Acesse o site da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé: www.saopauloindy300.com.br

Mais informações para a imprensa:
XYZ Live
Rodolpho Siqueira/Cleber Bernuci/Ricardo Montesano/Leonardo Murgel/Mariana Viegas
11. 7283-3715
11. 3848-8670/71/72/60
press@xyzlive.com.br


Av. das Olimpíadas, 200 / 10o Andar
Vila Olímpia – São Paulo – SP
Tel. + 55 11 3848.8668
www.xyzlive.com.br

Niterói Rally Team crava o pé no acelerador e disputa hoje o pódio da Mitsubishi Cup

Começou nesta manhã de sábado mais uma etapa da Mitsubishi Cup. A 2ª etapa da competição acontece em Londrina, PR


30 de abril de 2011 - Os irmãos Rodrigo e Ronald Leis, representantes da Niterói Rally Team, alinharam nesta manhã de sábado, a L200 RS da equipe para a 2ª etapa da Mitsubishi Cup. O evento acontece na Fazenda Maragogipe, localizada na Rodovia PR 170, km 154 km, entre Londrina e Jaguapitã, no Paraná. A dupla parte para o "tudo ou nada" nesta competição de 96 quilômetros, divididos em três provas de 32 quilômetros.

O campeonato possui as categorias Triton RS, L200 RS, TR4 R Light, e as novas TR4 ER e a TR4 ER Light (veículos a etanol). A largada da primeira bateria foi às 8:30 horas, e a previsão de término desta disputa, é às 16:30 horas, após a premiação.

"Já conhecemos este local, pois corremos aqui no ano passado. Estamos mais bem preparados, e por este motivo, estamos otimistas na conquista de mais um bom resultado. Na etapa anterior, disputada em Paulínia, SP, percebemos que a nossa categoria está bem equilibrada, e por isso, esperamos por um bom resultado no final deste sábado apesar das dificuldades que vamos enfrentar", analisou o piloto Ronald, minutos antes da largada.

O percurso adentrará os canaviais da propriedade, que tem piso de terra batida, bem duro e escorregadio. Lombadas exigirão a resistência de suspensão, e longas retas testarão a potência dos motores. "Tem uma reta de aproximadamente 1,2 quilômetro que dá para atingirmos cerca de 160 km/h. Temos uma pista de alta velocidade, o que é bastante empolgante. Mas na hora de definirmos os tempos, é que a encrenca aparece, pois os resultados estão sempre muito próximo, na diferença de milésimos",comentou empolgado Rodrigo.

A Niterói Rally Team, que participa da Mitsubishi Cup pelo segundo ano, terminou a temporada 2010 com a 4ª colocação na categoria L200 RS. "Em nosso ano de estreia, conquistamos um surpreendente resultado neste campeonato tão acirrado. Agora, precisamos nos manter entre os cinco melhores em todas as etapas, para nos mantermos vivos em busca do título 2011. E temos condições para isso", encerrou Rodrigo.


Programação

2ª etapa - Londrina, PR

30 de abril - sábado
Local: Fazenda Nova Maragogipe: Rodovia PR 170, KM 54, Jaguapitã, PR (Rodovia Londrina/Porecatu)

8h30 - 1ª largada
11h00 - 2ª largada
13h30 - 3ª largada
16h00 - Início da premiação



*Para obter mais fotos e informações sobre a Niterói Rally Team, acesse o site www.niteroirallyteam.com.br




A Niterói Rally Team é patrocinada por Cerveja Itaipava e TNT Energy Drink

Informações à imprensa:
Liberdade de Ideias
(11) 2213-1190
Jornalista responsável:
Isis Moretti - Mtb: 36.471
isis.moretti@liberdadedeideias.com.br
(11) 8308-7141

Aos 19 anos de idade, João Paulo Mauro estreia como o mais jovem do Itaipava GT Brasil


Piloto disputará a corrida de rua de São Paulo em parceria com Eduardo Furlanetto na Itaipava GT4


Não por acaso a segunda etapa da temporada do Itaipava GT Brasil é a mais aguardada do calendário 2011. Pela primeira vez, os carros dos sonhos participarão de corridas nas ruas de São Paulo, no traçado montado na região do Anhembi. Serão duas provas, a primeira neste sábado (30) e a outra no domingo (1), dentro da programação da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestle, a etapa brasileira da Fórmula Indy. Natural que um evento deste porte traga muita atenção e interesse até mesmo de pilotos que chegam de outras categorias: é o caso de João Paulo Mauro.

Depois de uma temporada na Copa Chevrolet Montana, o piloto, de apenas 19 anos de idade, fará neste fim de semana sua estreia no Itaipava GT Brasil. Vai dividir a pilotagem de um modelo Maserati Trofeo na classe Itaipava GT4 com Eduardo Furlanetto - este retornando ao campeonato onde disputou algumas etapas em 2010. A chegada de JP Mauro faz dele o piloto mais jovem do grid de largada, posição ocupada até o início deste ano por Matheus Stumpf e Renan Guerra, ambos com 21. "Já estou até acostumado", brinca JP Mauro.

"No ano passado, eu também era o mais jovem de todo o evento da Stock Car, incluindo a categoria principal, a Copa Chevrolet Montana e o MINI Challenge. Agora, isso se repete no Itaipava GT Brasil. Estou feliz pela oportunidade de estrear na categoria justamente na etapa mais esperada do ano. Vai ser muito legal fazer parte da atmosfera de uma corrida de rua em conjunto com a Fórmula Indy", revela o piloto, que antes de optar pelo automobilismo brasileiro havia feito uma série de testes no exterior pela Fórmula BMW e Fórmula Renault.

"Será minha primeira experiência com um carro de gran turismo, logo de cara dentro de um evento tão importante, em um circuito bastante exigente e com pouco tempo de treino, mas acredito que o nível de dificuldade da pista e o fato de ninguém nunca ter andado pode ser um fator positivo para um estreante. Sem dúvida isso pode igualar bastante a disputa, já que todo mundo começa do zero", analisa João Paulo Mauro. Além da participação no Itaipava GT Brasil, o piloto segue em negociações para a temporada da Copa Chevrolet Montana e testes para o segundo semestre na ALMS, nos Estados Unidos.


Assessoria de Imprensa – Itaipava GT Brasil
TIAGO MENDONÇA
Tel.: (11) 3045.0836
Cel.: (11) 8331.5464
imprensa@sro-la.com.br

Primeira prova em circuito de rua exige trabalho extra das equipes do Itaipava GT Brasil

Carros dos sonhos passam por preparação especial para o desafio de andar na pista do Anhembi

Pela primeira vez em cinco anos de história, o Itaipava GT Brasil disputará uma etapa em circuito de rua, na pista localizada no complexo do Anhembi. O traçado utiliza o Sambódromo como reta principal e mais 1.500 metros da Marginal Tietê como reta oposta. As características únicas exigem das equipes e pilotos das categorias Itaipava GT3 e Itaipava GT4 um trabalho especial na preparação dos carros dos sonhos para as atividades, que começam neste sábado (30).

A engenheira de pista da equipe Itaipava Racing Team, Rachel Loh, encarregada de cuidar dos dois Lamborghini Gallardo LP 560 dos pilotos Cleber Faria e Vanuê Faria e Renan Guerra, fala sobre o desafio enfrentado pelo time. "Este final de semana em particular será um grande desafio para adaptar esta categoria ao tipo de circuito em que vamos competir pela primeira vez. Principalmente por contarmos com apenas dois dias de atividades de pista".

Para superar essa dificuldade, a equipe conta com um grande entrosamento entre pilotos e engenheiros. "O entendimento que temos no time será fundamental para que possamos superar estes desafios sem grandes problemas". Buscando um acerto ideal para uma pista tão diferente do normal, a engenheira, que já trabalhou na Fórmula 1, explica o que será feito nos dois carros. "De cara, vamos começar com altura mais elevada em relação ao solo, usar configuração de asa com maior pressão aerodinâmica e mexer bastante no ajuste de molas e suspensão", encerra.

Responsável pelo Audi R8 LMS da equipe A. Mattheis, Rodolpho Mattheis levanta um lado diferente da pista do Anhembi, que deve ser levado em consideração: "Este é o circuito de rua mais veloz do mundo. Normalmente os circuitos de rua são muito travados e de baixa velocidade, mas não é o caso deste aqui. Na hora de acertar o carro precisamos trabalhar para garantir boas freadas e que ele tenha ótima tração. Para isso, precisamos de bastante pressão aerodinâmica".

"Mas com a longa reta da marginal teremos também uma preocupação, que é a relação de marchas do câmbio. Estou um pouco preocupado com os freios e se a nossa relação de câmbio está longa o suficiente para garantir uma boa velocidade nas retas sem acionar o limitador. Tudo indica que estamos no caminho certo, mas vamos ver durante os treinos", encerra Rodolpho Mattheis. Treinos que, na verdade, abrem a programação da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestle, a prova brasileira da Fórmula Indy.

Os carros do Itaipava GT Brasil serão os primeiros a entrar na pista, às 07h15 deste sábado. Será um dia cheio, com duas sessões livres, duas tomadas de tempo e a primeira corrida do fim de semana, marcada para 16h30. Tudo isso nos intervalos da Fórmula Indy. A outra corrida será no domingo (1) às 10h45, com transmissão ao vivo da Rede Bandeirantes.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO PARA A ITAIPAVA SÃO PAULO INDY 300 NESTLE

Sábado (30)
07h15 - 08h15 1º TREINO LIVRE, ITAIPAVA GT BRASIL
08h30 - 09h45 1º Treino Livre, Itaipava São Paulo Indy 300 Nestle
10h05 - 10h35 2º TREINO LIVRE, ITAIPAVA GT BRASIL
12h00 - 13h00 2º Treino Livre, Itaipava São Paulo Indy 300 Nestle
13h15 - 13h45 TREINO CLASSIFICATÓRIO, ITAIPAVA GT BRASIL
15h00 - 16h15 Treino Classificatório, Itaipava São Paulo Indy 300 Nestle
16h30 - 17h40 1ª CORRIDA, ITAIPAVA GT BRASIL

Domingo (1)
07h45 - 08h15 TREINO CLASSIFICATÓRIO, ITAIPAVA GT BRASIL
08h30 - 09h00 Warm Up, Itaipava São Paulo Indy 300 Nestle
10h45 - 11h55 2ª CORRIDA, ITAIPAVA GT BRASIL
13h00 - 16h00 Corrida, Itaipava São Paulo Indy 300 Nestle




Texto: Cadu Tupy


Assessoria de Imprensa – Itaipava GT Brasil
TIAGO MENDONÇA
Tel.: (11) 3045.0836
Cel.: (11) 8331.5464
imprensa@sro-la.com.br

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Medo brasileiro

Por Rafael Ligeiro
http://www.twitter/rljornalista


Entre 1980 e 1993, a França foi uma das potencias da Fórmula-1. Nessa época, o país contou com um batalhão de pilotos na categoria. Gente do quilate de René Arnoux, Didier Pironi, Patrick Tambay, Jacques Laffite e Alain Prost. Mais que isso, bons resultados vieram. Foram 67 vitórias em 220 corridas. Cinco vice-campeonatos e quatro títulos de Pilotos em apenas 14 temporadas.

Contudo, a situação mudou drasticamente ao país europeu após a aposentadoria do Professor Prost, ao final de 1993. Vitórias? Somente duas: nos Grandes Prêmios do Canadá de 1995 (Jean Alesi) e de Mônaco de 1996 (Olivier Panis). E a síntese mais fiel à derrocada francesa está no grid. Nenhum francês iniciou a temporada 2011 como titular; algo, aliás, que também não atingiram nas 19 provas do campeonato passado.

No entanto, não é bem sobre a França que desejo abordar nesse artigo. Mas sim do nosso Brasilzão. Afinal, sobra ocasiões em que escuto torcedores – e até mesmo colegas jornalistas – questionarem a qualidade da atual jovem safra de pilotos brasileiros no Exterior. Percebo que há um temor de que o País siga o caminho decadente percorrido nos últimos anos pela França na Fórmula-1.

Sinceramente, ainda não há um piloto da nova geração verde-amarela que me empolgue. Daquele tipo que você jura que vai chegar à Fórmula-1 e arrebentar. Assim como ocorrera com Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e Ayrton Senna. Assim como ocorreu, restrições devidamente respeitadas, com Rubens Barrichello e Felipe Massa.

Isso, contudo, de modo algum significa que não tenhamos bons valores. César Ramos, Adriano Buzaid, Felipe Nasr, Yann Cunha e Lucas Foresti são alguns dos nomes que poderão nos representar bem nas pistas durante os próximos anos. Mas ficam naquela popular dependência: fazer muito bonito em certames de base e conquistar patrocinadores poderosos. Gente capaz de bancá-los até a Fórmula-1. E, quando por lá chegarem, esses patrícios precisarão mostrar ainda mais serviço. Pois será necessário deixar claro que possuem muita qualidade para alcançar grandes times. Apenas assim poderão brigar por pódios sucessivos, vitórias e títulos.

Sinceramente... É muito bacana ficar de olho na carreira dessa garotada, acompanhar cada teste, treino e corrida deles. Mas é cedo para qualquer tipo de cobrança. Muito cedo. Eles ainda precisam amadurecer profissionalmente em categorias de base. De qualquer modo, compreendo aqueles que cobram essa turma. Afinal, a geração anterior de pilotos do nosso Brasilzão, em que era depositada enorme esperança, infelizmente, ainda não deu certo.

E não falo de Massa. Tampouco de Barrichello.

Bruno Senna e Lucas di Grassi não tiveram culpa pela infeliz temporada de estreia na Fórmula-1, ano passado. Mas se não decepcionaram, convenhamos, também não empolgaram. Sem tal condição – e sem patrocinadores graúdos, ficava muito difícil almejar uma vaga de titular. Em qualquer time. Bruno, ao menos, saiu no lucro. Virou "primeiro-reserva" na Lotus Renault.

Antes dessa dupla, a torcida brasileira viu a carreira do promissor Nelsinho Piquet naufragar.

Nelson Jr., como os colegas da imprensa europeia gostam de chamá-lo, reunia muitos dos ingredientes para se dar bem na Fórmula-1. Talentoso, tinha à disposição o know-how do pai, Nelson Piquet, que lhe ajudou a construir uma carreira longa antes de chegar à categoria da FIA, em 2008. Com apenas 22 anos, Nelsinho já acumulava 15 temporadas no esporte a motor: oito no kart, seis em certames de base e uma como piloto de testes da Renault. Foi campeão por onde passou, exceto na GP2. Por lá perdeu a disputa pelo título de 2006 para Lewis Hamilton. Algo que, dado o talento do atual piloto da McLaren, não é demérito algum para o brasileiro.

Na Fórmula-1, Piquetzinho teve até alguns bons momentos. Dificultou a vida do companheiro de Renault, Fernando Alonso, em algumas ocasiões. Quase beliscou uma vitória em Höckenheim, logo no ano de estreia. Mas o que aconteceu? Subitamente acabou envolvido naquele terrível bafafá do GP de Cingapura de 2008. Sem clima na Fórmula-1, busca reerguer a carreira na Nascar.

Além de Bruno, Lucas e Nelsinho, outros brazucas chamaram a atenção nos últimos anos. Mas, sem verba seguir carreira rumo à Fórmula-1, ficaram pelo caminho. Nesse cenário perdemos talentos do porte de Danilo Dirani e Sérgio Jimenez. Dupla que brilha atualmente no automobilismo nacional. Sem esquecer ainda de Augusto Farfus Jr. e João Paulo de Oliveira, que brilham no Exterior.

Ficar à espera do surgimento de um novo fenômeno das pistas no Brasil capaz de chegar à Fórmula-1 – e fazer bonito – beira a mediocridade. É pensamento pequeno. Uma grande alternativa ao nosso automobilismo seria a valorização das categorias de Fórmula no país. Esforço que deveria partir da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), lógico. Mas também das esferas legislativa e executiva do Brasil.

Claro. Pode parecer estranho envolver política com automobilismo. Mas explico. Será que o Governo não poderia criar um fundo de apoio a jovens valores de nosso esporte a motor?

A proposta é simples: escolher uns quatro ou cinco pilotos bons de braço. Com forte suporte financeiro, mandá-los à Europa, para correr nas melhores equipes dos certames de acesso à Fórmula-1. E nem é necessário envolver dinheiro público nessa jogada. Bastaria aumentar os benefícios presentes na Lei de Incentivo ao Esporte – como redução no recolhimento anual de impostos – para empresas interessadas em bancar esses rapazes. Política que também se estenderia a companhias que apoiassem o kart e às montadoras que criassem categorias de fórmula no País. E, até mesmo, às emissoras de televisão que transmitissem o evento.

Confesso que sinto falta do envolvimento que montadoras como Ford e Chevrolet tiveram com os certames de Fórmula no Brasil durante os anos 80 e 90. Desde que deixaram nosso automobilismo, surgiu uma lacuna: a do primeiro passo aos pilotos saídos do kart. Nesse sentido, um nacional aos moldes da Fórmula Ford seria muito bem-vindo. Carros sem aerofólios, nem tanta potência quantos os 255 cavalos do motor de um carro da Fórmula-3 Sudam e muitas opções de regulagem.

Alguns podem questionar: E a Fórmula Future? Sem problemas... Que fique aí. Mas que receba uma concorrente. Afinal, desse modo surgiria uma disputa para ver qual seria a mais barata. Coloco-me à disposição dos envolvidos na categoria para corrigir qualquer dado, mas, segundo informações que tive, uma temporada na Future sai por 350 mil Reais. Creio que esse valor pode até parecer pouco em um universo como o do esporte a motor – assim como compreendo e aprecio os esforços da Fiat e de Felipe Massa. Mas, cá entre nós, não sei se temos atualmente 30 automobilistas recém-saídos do kart que possam bancar tal quantia. Não se acha 350 mil numa esquina qualquer, dentro de um envelope perdido por um office-boy.

Há luz, turma. Ainda há luz. Só não espero que o automobilismo, uma das atividades que melhores representam nosso Brasil no Exterior, tenha de buscá-la no famigerado fim do túnel.


*****

Dobradinha na Fórmula-3 – Quatro vitórias em seis corridas. Esse é o excelente retrospecto do Brasil na atual temporada de Fórmula-3 inglesa. São três primeiros lugares de Felipe Nasr, da Carlin, e um de Lucas Foresti, Fortec. Não à toa, a dupla ocupa as duas primeiras colocações do certame. Nasr é líder, com 92 pontos. Já Foresti é vice-líder, ao lado do malaio Jazeman Jaafar, com 58.

Sétimo colocado, com 31, Pietro Fantin, já faturou um segundo lugar e uma volta mais rápida de corrida.


Vamos à praia – Convido você para prestigiar mais um excelente trabalho da jornalista Andréa Ascenção. Trata-se do livro "Nós Vamos Invadir Sua Praia", biografia da popular banda brasileira de rock Ultraje a Rigor. O lançamento será na próxima segunda-feira, dia dois, às 19 horas, na Livraria Saraiva (Shopping Anália Franco).

Marque presença. Afinal, é hora de invadir a praia deles.

--------------------

Rafael Ligeiro é jornalista e publicitário. Escreve artigos sobre esporte, specialmente sobre automobilismo, para veículos nacionais e internacionais desde 2002. Também já atuou como redator de boletins literários das Rádios Cultura (AM e FM) e USP (FM). É goleiro nas horas vagas.

São Paulo recebe a prova de abertura do Racing Festival com novidade

São Paulo (SP) – Após a temporada inaugural ter sido um sucesso de cobertura de mídia, público e organização, o Racing Festival chega em 2011 para dar sequência ao trabalho.

O local escolhido para a missão de abrir a temporada do campeonato, entre os dias 6 e 8 de maio, é a capital paulista. Novamente, o tradicional autódromo de Interlagos está no calendário do evento de motovelocidade patrocinado pela Honda e, mais do que isso, inaugurará uma nova categoria, que fará companhia a 600 Hornet: a CB 300R.

A CB 300R chega com o objetivo de ser uma categoria de base para formar novos pilotos para o campeonato, dando a oportunidade de competirem com motos subsidiadas a preços promocionais, em uma categoria de baixo custo e grande competição.

O campeonato permanece no formato do ano passado. É composto por sessões de treinos livres na sexta-feira, treinos classificatórios no sábado e duas baterias oficiais de 25 minutos cada, mais uma volta, no domingo. Os 15 melhores pilotos pontuam em cada rodada, entre 1 e 20 pontos, e recebem prêmios em dinheiro, que totalizam R$ 20 mil por etapa.

Quem não puder acompanhar as intensas disputas dos competidores pelo lugar mais alto do pódio, poderá acompanhar de qualquer lugar, através da internet, no site Speedtv (www.speedtv.com.br). As provas terão transmissão ao vivo no site no domingo, além de terem também um programa especial na Record Internacional, para mais de 150 países.

O Racing Festival tem patrocínio de Honda, Santander, Shell e Fiat. E co-patrocínio de Pirelli, FPT, Sundown, Sada e Iveco.

Confira a programação completa:

Sexta-feira – 6 de maio
9h45 - Briefing pilotos - 600 Hornet e CB 300R
11h50 às 12h20 – 1º Treino livre - CB 300R
12h30 às 13h – 1º Treino livre – 600 Hornet
15h20 às 15h50 – 2º Treino livre – CB 300R
16h às 16h30 – 2º Treino livre – 600 Hornet

Sábado – 7 de maio
8h40 às 9h – 3º Treino livre – CB 300R
9h10 às 9h30 – 3º Treino livre – 600 Hornet
11h50 às 12h10 – Treino classificatório – CB 300R
12h20 às 12h40 – Treino classificatório – 600 Hornet
14h35 – Corrida CB 300R
15h35 – 1ª bateria - 600 Hornet

Domingo – 8 de maio
12h25 – 2ª bateria - 600 Hornet

Danica Patrick aprova reformas no traçado e aposta em boa corrida

Piloto da Andretti afirma que pista está ótima e não descarta transferência para a Nascar

Danica Patrick concedeu uma entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (29) no Circuito Anhembi, palco da segunda edição da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé. A norte-americana, que está em sua sétima temporada na categoria, se mostrou otimista para a corrida, válida como a quarta etapa do calendário 2011 da Fórmula Indy. Danica caminhou pelo traçado de 4.080 metros e aprovou as reformas realizadas no circuito.

"Está ótimo. Deu para perceber que ficou bem melhor do que no ano passado. O trecho da Reta do Sambódromo, que foi o ponto que causou mais problemas, foi refeito e agora tem mais grip, o que significa que dará mais aderência aos carros. Acho que teremos uma boa corrida. De modo geral, a pista é muito interessante e tem bons pontos de ultrapassagens", disse a piloto.

Danica falou também sobre Tony Kanaan, com quem dividiu a equipe Andretti até o final do ano passado. A piloto destacou o bom relacionamento com o brasileiro, conhecido como um dos melhores acertadores de carro da Indy. "O Tony é um cara divertido e muito talentoso. Na pista, ele tem um ritmo de corrida impressionante. Ele sabe como fazer ultrapassagens e cansei de vê-lo à minha frente, mesmo largando lá atrás. Porém, nosso time continua competitivo e a vitória de Mike Conway na última etapa demonstra que temos equipamentos muito bem acertados", afirmou.

Sempre com o nome ligado à Fórmula 1, a piloto descartou qualquer transferência para a categoria mundial. "Não sei por que as pessoas insistem em colocar meu nome em alguma equipe de F-1. Quando tinha 16 anos, era um objetivo profissional, mas depois que voltei para os Estados Unidos desenvolvi a carreira inteira no meu país. Estou perto da família, dos amigos, e de coisas pequenas que fazem a diferença", explicou.

No entanto, a piloto não descartou uma transferência para a Nascar. Danica disputou algumas etapas na divisão de acesso à categoria principal da stock car americana. "Rumores sempre existem, mas não há nada de concreto", explicou a piloto, que já está totalmente adaptada aos carros de turismo. "Os carros são bastante distintos, mas em algumas voltas é possível se readaptar às características de cada um. É um campeonato muito interessante e que qualquer piloto gostaria de disputar", finalizou.

Confira o cronograma de atividades de pista na Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé:

SÁBADO (30 de abril)
07h15 às 08h15 - Treino livre GT Brasil
08h30 às 09h45 - Treino livre São Paulo Indy 300
10h05 às 10h35 - Treino livre GT Brasil
12h00 às 13h00 - Treino livre São Paulo Indy 300
13h15 às 13h45 - Classificação corrida 1 GT Brasil
15h00 às 16h15 - Classificação São Paulo Indy 300
16h30 às 17h40 - Corrida 1 GT Brasil

DOMINGO (1º de maio)
07h45 às 08h15 - Classificação corrida 2 GT Brasil
08h30 às 09h00 - Warm up São Paulo Indy 300
10h45 às 11h55 - Corrida 2 GT Brasil
13h00 às 15h35 - Corrida São Paulo Indy 300

PARA BAIXAR FOTOS:
As fotos do fim de semana da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé poderão ser acessadas por meio do site oficial da categoria e da página na internet da Fotoarena.

O cadastro no site da Fórmula Indy deve ser feito no link www.indycar.com/media, e o acesso é imediato. Na aba "Photos and Graphics", o usuário terá acesso a diversas fotos em alta resolução.

O endereço para download das fotos da Fotoarena é www.fotoarena.com.br/spindy300. O cadastro é simples, e a liberação é automática.

INGRESSOS - ITAIPAVA SÃO PAULO INDY 300 NESTLÉ - Os ingressos podem ser adquiridos no site oficial da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé (www.saopauloindy300.com.br) ou pelo endereço eletrônico da Livepass (www.livepass.com.br), além da central telefônica acessada pelo número (11) 4003-1527 (custo de ligação local, mais impostos), de segunda-feira a sábado, das 9h às 21h. Oito bilheterias oficiais da prova estão disponíveis na capital paulista, localizadas no Portão 19 do Pavilhão Anhembi, na Honda André Ribeiro do Shopping Aricanduva, e nos shoppings Market Place (Piso Superior), Iguatemi e Frei Caneca (Piso Térreo), na Bilheteria 1 do Estádio do Morumbi, Central de Turismo Express (Av. São João, 677) e no Posto Gravatinha (em Santo André). O pagamento pode ser feito em dinheiro, cartões de crédito Visa, Mastercard e Diners, e cartões de débito Visaelectron, Maestro e Redeshop. No Rio de Janeiro o ponto de venda é o Posto Piraquê (Av. Borges de Medeiros, Lagoa), e em Brasília (DF), a Central de Ingressos funciona no Brasília Shopping (Setor Comercial Norte, Quadra 5). Nestes dois pontos, o pagamento deve ser feito apenas em dinheiro.

Estudantes de ensino fundamental, médio ou superior, e idosos acima de 65 anos têm direito a meia-entrada, ou seja, poderão assistir ao show da categoria de monopostos mais rápida do mundo por apenas R$ 90. As instalações também oferecem acessos para portadores de necessidades especiais.

A Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé terá transmissão ao vivo pelos canais Band e Bandsports, além das rádios Bandeirantes e BandNews FM.

Siga a Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé no Twitter: www.twitter.com/indyemsaopaulo




Acesse o site da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé: www.saopauloindy300.com.br

Mais informações para a imprensa:
XYZ Live
Rodolpho Siqueira/Cleber Bernuci/Fabio Ometto/Ricardo Montesano/Leonardo Murgel/Mariana Viegas/Lipe Paíga
11. 7283-3715
11. 3848-8670/71/72/60
press@xyzlive.com.br


Av. das Olimpíadas, 200 / 10o Andar
Vila Olímpia – São Paulo – SP
Tel. + 55 11 3848.8668
www.xyzlive.com.br

Equipe Vemasa faz sua estréia na Mitsubishi Cup

Representando a Equipe Vemasa, Marcelo Mendes e Weidner Moreira voltam a levantar poeira na Mitsubishi Cup. O retorno da dupla acontece durante a segunda etapa do rali cross country, que se realizará na cidade de Londrina, no Paraná, e marca também a estréia da equipe na competição

29 de abril de 2011 - Entre os nomes do off-road nacional que disputam a segunda etapa da Mitsubishi Cup, no próximo sábado, dia 30, na cidade de Londrina, no Paraná, estão os do piloto Marcelo Mendes, e do navegador Weidner Moreira, pela estreante Equipe Vemasa.

Piloto e navegador retornam a este rali cross country, depois de uma breve experiência juntos, durante a temporada 2007 da competição. "Tanto eu como o Weidner, já temos experiência na Mitsubishi Cup. Fiz minha estréia como piloto em 2006. No ano seguinte, o Weidner assumiu a minha navegação, e conquistamos o lugar mais alto do pódio já na nossa primeira prova"., lembrou Mendes. "O Weidner também já tinha navegado outros anos, só que para outros pilotos" , completou.

A dupla competirá agora na nova categoria TR4 ER, com carros movidos a etanol, e o seu primeiro desafio acontecerá nas terras da fazenda Nova Maragogipe, localizada a cerca de 60 quilômetros de Londrina, onde em menos tempo possível, os competidores terão de completar três provas com percurso aproximado de 32 quilômetros, em meio a plantações de cana-de-açúcar. "Nosso objetivo é garantir colocação entre os cinco melhores da nossa categoria" adiantou Moreira. "Voltamos para incomodar quem esta acostumado a andar na frente, e vamos buscar o pódio" , finalizou.

Na temporada 2011 da Mitsubishi Cup, serão ao todo sete etapas. Depois da abertura em Paulínia, e desta em Londrina, o rali passará pelas também pelas cidades de Mafra, Poços de Caldas, São Carlos e Jaguariúna, com a final em Ribeirão Preto.


Confira a programação da etapa

Sexta-feira, 29 de Abril
Vistoria
Horário: das 10h às 17h - Vistoria das L200 RS, PAJERO TR4 ER e PAJERO TR4 R
Local : Shopping Tatuai

Briefing
Horário : 19h30 - para pilotos e navegadores
Local : Hotel Blue Tree Premium Londrina: av. Juscelino Kubitschek, 1356

Sábado - 30 de Abril
Local: Fazenda Nova Maragogipe: Rodovia PR 170, KM 54, Jaguapitã/PR (Rodovia Londrina/Porecatu)
1º largada - 8h30
2ª largada - 11h00
3ª largada - 13h30
Inicio Premiação - 16h00

A Equipe Vemasa tem o patrocínio do Grupo Vemasa.

Sonia Good - Assessoria de Imprensa e Jornalismo
Tel. + 55 41 9917-0119
soniagood@folha.com.br

Ação educativa dá desconto em inscrição no Desafio 201 metros

A ação educativa entre o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) e a Força Livre Motorsport para combater os rachas de rua será mantida durante a segunda edição do Desafio 201 m neste ano.

Os motoristas que não registram nenhuma pontuação na carteira de habilitação terão 30% de desconto na inscrição para o evento que acontece no próximo domingo, dia 1º de maio, a partir das 14h, no Autódromo de Curitiba, em Pinhais. No sábado e no domingo pela manhã, o espaço receberá a segunda etapa do Campeonato Paranaense de Motovelocidade.

Desconto
Para garantir o beneficio é preciso apresentar o extrato de pontos, disponível no site www.detran.pr.gov.br. "Recebe o desconto apenas quem não tiver nenhuma infração registrada nos últimos 12 meses, até a data da inscrição. E motorista que tiver carteira suspensa ficará impedido de competir", explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

No dia do evento a inscrição para o Desafio 201 m custará R$ 100, ou R$ 70 para quem estiver sem multas. A Força Livre também atua em parceria com a Secretaria Estadual de Segurança Pública e realiza palestras educacionais em escolas de Curitiba e Região Metropolitana. "A categoria Desafio surgiu justamente da necessidade que percebemos nestes encontros de mostrar que é possível acelerar com responsabilidade, dentro do autódromo, onde temos toda a infraestrutura necessária para garantir a segurança dos pilotos e do público", conta o diretor da Força Livre, Eduardo Pereira.

Para participar do Desafio 201m
O participante deve ser maior de 18 anos e ter carteira de habilitação, usar capacete fechado, calça comprida e tênis. Todos os veículos passam por uma vistoria de segurança. O carro não pode ser de competição, o cinto de segurança deve estar em boas condições e ter três pontos de fixação, o extintor de incêndio é obrigatório e deve estar carregado.

O ingresso para o público no domingo é R$ 10,00. Outras informações no 41. 3014-737

Thiago Augusto
Jornalista / DRT 5059
41. 9998-4141 / 48. 7811-5959
Nextel: 120*11226
www.zero41.com.br

Força Livre irá organizar Copa Maringá de Arrancada de 201m


A Força Livre Motorsport irá começar a organizar, a partir deste ano, a Copa Maringá de Arrancada de 201 metros, no Race Park. A pista ao lado da Rodovia PR 317, no KM 108, em Maringá, na saída para Campo Mourão, receberá quatro etapas ao longo do ano, com início nos dias 21 e 22 de maio.

As próximas etapas serão nos dias 9 e 10 de julho; 17 e 18 de setembro; e 12 e 13 de novembro. "Vamos levar nossa equipe, com destaque para o nosso sistema de cronometragem para garantir qualidade ao evento. Após acerto com os proprietários do local, a pista também está passando por reformas", garantiu o diretor administrativo da Força Livre Motorsport, Adalberto Monteiro.

Além de reparos e prolongamento do espaço, uma barreira de contenção está sendo construída para a segurança dos pilotos. Atualmente, o Race Park conta com uma pista de 551 metros, sendo 221 metros de concreto e 330 de asfalto para frenagem.

Outra novidade será a criação de duas categorias para acabar com os rachas de rua. "É importante fazermos este trabalho de crescimento do esporte no interior do Paraná. A criação de duas novas categorias, chamadas de Desafio 9s e 10s, deverá reunir dezenas de pilotos nas competições", acredita o diretor da Força Livre, Eduardo Pereira.

O Race Park, em Maringá, foi construído para receber competições de carros, karts e motos. O empreendimento surgiu no início de 2009 com o objetivo de oferecer uma estrutura moderna e completa para realização de provas de automobilismo, oferecendo segurança e conforto para pilotos e público.



Thiago Augusto
Jornalista / DRT 5059
41. 9998-4141 / 48. 7811-5959
Nextel: 120*11226
www.zero41.com.br